PETI celebra Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil

No dia 12 de Junho, data em que se celebra o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, instituído pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), acontece em Porto Seguro a Praça Lúdica.

O evento é uma iniciativa da Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Assistência Social, em parceria com o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e Cras Mercado do Povo, a fim de promover conscientização de mais de 300 crianças e adolescentes, na faixa etária de 6 a 12 anos, alunos da Escola Municipal Cantinho da Paz.

A programação na Praça do Trabalhador envolve várias atividades, entre elas brincadeiras como bambolê, amarelinha, pula corda, vai e vem, iô-iô, cama elástica, piscina de bolinha, escorregador inflável entre outros. Além disso, exibição de cineminha sobre a temática para a garotada. "Tanto no cineminha pela amanhã quanto nas palestras é tratado o conceito do que é considerado trabalho infantil, qual a idade permitida para trabalhar e o prejuízo do trabalho precoce", explica a coordenadora do Peti, Murielli dos Santos.

 

Consequências do trabalho precoce

A coordenadora Geral da Proteção Social de Média e Alta Complexidade, Luciana Parracho, destaca que a "intenção é mostrar às famílias e crianças o risco à saúde, que se tem com trabalhos pesados no decorrer de suas vidas, bem como fatores psicológicos prejudicados", diz, explicando que as ações continuam, sendo que no dia 20, haverá exibição do Cine Creas, com documentário sobre o Trabalho Infantil para coordenadores de escolas municipais e palestras ministradas pela coordenadora do Peti, Murielli dos Santos e procuradora do Trabalho, Geisekelly Bomfim de Santana, tratando sobre a lista TIP - As piores formas de Trabalho e Atribuições do MPT e sobre o tema Como identificar crianças em situação de trabalho infantil, finalizando com apresentação de documentário e palestra pela equipe do Creas.

 

Ações intensificadas

No decorrer de todo este mês de junho serão intensificados os trabalhos para coibir qualquer forma de exploração do trabalho infantil, por meio de abordagens à comunidade, panfletagem nas praias, feiras livres e nos comércios. "Embora haja uma maior divulgação da campanha neste período, nossas ações são realizadas durante todo o ano, pois consideramos que a criança tem o direito de usufruir de sua infância integralmente, brincando e estudando, bem como, somos sabedores dos danos provocados pelo trabalho precoce", diz a prefeita de Porto Seguro, Cláudia Oliveira, defendendo os direitos da criança e do adolescente e se posicionando contra todo tipo de exploração neste sentido. 

 

Secretaria Municipal da Assistência Social

Fotos

Outras Notícias

Secretaria de Meio Ambiente combate poluição visual na Orla

Atendendo a determinação do Ministério Público Estadual (MPE), no dia 15/08, a Prefeitura de Porto Seguro, por meio d...

Baleia é achada morta em praia de Porto Seguro

Uma baleia foi achada morta em uma praia de Porto Seguro,  no início da noite desta quinta-feira (16). No início da t...

Dia D de vacinação no combate ao sarampo e poliomielite

Em Porto Seguro, 5.277 doses de vacinas já foram aplicadas contra a poliomielite e sarampo, até o dia 10/08. O regist...

Multidão lota Arraial d´Ajuda para festa da padroeira

Durante a celebração, o bispo cumprimentou os religiosos presentes na pessoa do padre Casemiro, e as autoridades, na ...

Curso de empreendedorismo é ministrado a jovens

Ter o próprio negócio? é um sonho possível para quem está matriculado no curso Inova Jovem. Trata-se de mai...

Urbanismo de ruas e praças beneficia toda a população

As equipes da Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura de Porto Seguro estão realizando um grande trabalho de u...