Dia Mundial contra o diabetes

Entre 2006 e 2016, de acordo com o Ministério da Saúde, o número de pessoas no Brasil diagnosticadas com diabetes passou de 5,5% para 8,9%. As mulheres lideram o ranking: 9,9% da população feminina declarou possuir a doença contra 7,8% dos homens.

Atividades promovidas

 

Os homens que compareceram a unidade no começo da manhã, até o término do expediente, tiveram acesso aos atendimentos médicos e de enfermagem, participaram de palestras educativas com profissionais do NASF, nutricionistas, contaram com promoção de atividades físicas da academia de saúde, realizaram testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatite B e C, verificação de pressão arterial e glicemia capilar. Durante o mês de novembro serão enfatizadas consultas com endocrinologista aos pacientes portadores de diabetes que forem triados e classificados pelas equipes de saúde.

 

Pacientes cadastrados

 

Atualmente, cerca de 650 pacientes insulinodependentes estão cadastrados nas 39 unidades de saúde da família do município, sendo beneficiados com atenção integral por meio do recebimento de glicosímetro para monitoramento da glicemia capilar, e mensalmente recebem tira teste, lanceta e seringa de 01 ml de acordo com o grau de necessidade, avaliado pelo médico equipe de saúde. Uma média de 3.000 pacientes portadores da diabetes tipo II  recebem  acompanhamento e tratamento medicamentoso custeado pelo SUS.

 

“Fazemos trabalho de articulação na rede de atenção básica, em todas as unidades de saúde, com a finalidade de consciencializar as pessoas sobre a importância preventiva do diabetes, temos o compromisso de orientar a população o quanto é necessário saber os principais fatores de risco e cuidar efetivamente da saúde, afirma a secretária de saúde, Edna Alves.

 

Os meios adequados para evitar o diabetes por meio da adoção de alimentação saudável, pratica regular de atividades físicas e, claro, visitas regulares ao médico, são essenciais, reforça o diretor do programa, Marcio Luiz. .  

Atentos à saúde


Aos 72 anos, o senhor Juvenal Ribas, é adepto da prevenção. "Pratiquei judô por 30 anos, além de esportes aquáticos, como mergulho. Sempre tive responsabilidade com minha saúde e nunca deixei de fazer exames com frequência associado uma alimentação balanceada, diz.


O administrador Enéias Queiroz, 70 anos, diz que cuidar de si mesmo é fundamental. "Ir ao médico independe de sintomas, quanto mais eu cuidar de mim, mais estarei prevenindo doenças, a exemplo do diabetes", avalia.

Outras Notícias

Atendimento às crianças e adolescentes vítimas de violência no Sul da Bahia é tema de seminário

Em parceria com a Veracel, Stora Enzo e o apoio das prefeituras de Porto Seguro, Eunápolis e Santa Cruz Cabrália, dos...

Porto Seguro sedia 2ª Oficina de Combate ao Racismo Institucional

Com o propósito de promover a igualdade racial, no âmbito da Política Estadual de Economia Solidária (PEES), instituí...

Creas realiza palestra sobre direitos dos idosos

O Creas de Porto Seguro atende diariamente a casos de idosos que tiveram seus direitos violados, geralmente, por memb...

'Universidade Para Todos' prepara jovens em Porto Seguro

Em apoio aos estudantes na preparação para as provas do Enem e vestibulares, a Universidade do Estado da Bahia e a Pr...

Obras do novo cemitério começam nesta semana

As obras do novo cemitério de Porto Seguro, localizado no bairro Vila Jardim, serão iniciadas na próxima semana. Com ...

Prefeitura apresenta padronização da nova frota de veículos de Serviços Públicos

A apresentação dos novos veículos que atendem aos trabalhos ligados à Secretaria de Serviços Públicos e Trânsito acon...