Carletto demonstra preocupação com paralisação da PRF

Após a Polícia Rodoviária Federal (PRF) anunciar que irá paralisar parte de suas atividades por falta de orçamento, o deputado federal Ronaldo Carletto (PP) demonstrou preocupação com a situação. O parlamentar sempre busca a valorização dos policiais rodoviários e já fez várias ações em prol disso. Carletto já participou de diversas audiências com integrantes da PRF. Inclusive, no último encontro, eles ressaltaram a falta de recursos para manter as operações. “O trabalho da Polícia Rodoviária Federal é fundamental para nosso país. A paralisação de boa parte das atividades é preocupante. Todos que acompanham meu mandato sabem que realizo várias ações em prol da PRF”, salientou. 

 

No mês de junho, o deputado apresentou a Indicação nº 3561/2017, que sugere ao Poder Executivo, por intermédio do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, a realização de concurso público para o cargo de policial rodoviário federal. A PRF deveria possuir um efetivo legal de 13.098 policiais no seu quadro. No entanto, o atual efetivo é de apenas 10.620 policiais para fazer todo o policiamento e fiscalização das estradas do Brasil. “Nesse cenário, um déficit de 2.478 policiais rodoviários federais faz uma diferença enorme na segurança de nossas rodovias e dos motoristas que por elas transitam”, enfatizou Carletto. 

 

Outra solicitação constante do parlamentar é referente ao funcionamento de alguns postos policiais, como o de Porto Seguro, que tem praticamente um policial, e o posto de Itamaraju, que está fechado. Carletto também busca solução para os funcionários da Infraero que serão devolvidos após a privatização do aeroporto de Salvador. “Se esses funcionários forem cedidos para o trabalho administrativo no núcleo da Superintendência de Polícia Rodoviária Federal na Bahia, a polícia terá vários policiais que estão nessas funções administrativas para o trabalho de fiscalização nas rodovias do Estado, aumentando, assim, significativamente o efetivo”, detalhou.

 

Comunicado – A Polícia Rodoviária Federal afirmou que os limites impostos pelas restrições orçamentárias para aquisição combustível, diárias e manutenção obrigou o órgão a suspender as atividades de policiamento, resgate e serviço de escolta de cargas superdimensionadas e escoltas em rodovias federais. Além disso, a PRF também irá reduzir os deslocamentos terrestres de viaturas em patrulhamento e vai realizar o desativamento de unidades operacionais.

 

Fonte: Ascom do deputado federal Ronaldo Carletto (PP)

Outras Notícias

Carletto cobra aprovação de projeto que cria Fundo Nacional de Recuperação de Nascentes de Rios

Em discurso protocolado na Câmara dos Deputados, o deputado Ronaldo Carletto (PP) cobrou aos demais parlamentares a a...

Mais cinco municípios são contemplados com emendas do deputado Ronaldo Carletto

Na última terça-feira (18), o deputado federal Ronaldo Carletto (PP), durante reunião realizada no Departamento Nacio...

Emendas para Eunápolis são efetivadas em Brasília

Em viagem ao Distrito Federal nesta quarta-feira, 12/07, o prefeito de Eunápolis Robério Oliveira acompanhado do depu...

Dilmo Santiago é escolhido líder de governo

Preenchendo uma lacuna  aberta desde a eleição pra  presidente e a saída  do  vereador Evaí Fonse...

Evaí Fonseca vai a Brasília pedir celeridade para implantação da Rádio Câmara

O presidente da Câmara Municipal de Porto Seguro, vereador Evaí Fonseca (PHS), esteve em Brasília nesta terça-feira (...

Ex-Prefeito De Porto Seguro Gilberto Abade Deve Devolver R$212 Mil Aos Cofres Municipais, Segundo TCM

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), nesta quarta-feira (31/05), determinou a formulação de representação ao Mi...