Pescadores Do Brasil Contra A Portaria 445 Prometem Parar BRs Em Todo País Nesta Sexta-Feira

Pescadores de todo o Brasil estão se organizando para protestar amanhã, sexta-feira(21), contra a portaria 445, que lista 475 espécies de peixes e invertebrados aquáticos ameaçados de extinção. Com a decisão, fica proibida a captura, transporte, armazenamento, guarda e comercialização dos animais.

No extremo-sul baiano, uma grande manifestação vai acontecer na BR-101, na manhã desta sexta-feira(21), com interdição total no trevo de Posto da Mata, município de Nova Viçosa. Segundo organizadores, mais de mil pescadores devem participar do manifesto.

O protesto vai acontecer em diversos locais e quase todos os estados do Brasil, onde a pesca é uma forma de subsistência.

Entenda a revindicação

Os pescadores não são contra a preservação das espécies, o que se discute é a forma que foi feito o levantamento, “Nós estamos precisando que o povo nos ouça para saber o que essas ONG’s internacionais estão fazendo, e quem está lá em cima não tem capacidade nenhuma de julgar o que acontece no mar. Sem estudos, sem pesquisa de bordo, sem apoio de pesca”, contou o pescador Gordinho, do município de Alcobaça, extremo-sul baiano.

Gordinho citou um exemplo, “Pesquisaram um Bagre que na Lagoa dos Patos não tem, mais aqui no rio de Alcobaça a gente enche o caminhão. Um peixe que lá não consegue pegar nem um, aqui numa tarrafada você não puxa mais e peixe que é fauna acompanhante num lugar é peixe alvo no outro. Tem peixe que dizem está em extinção, mas tem aos milhares, não tem em alguns lugares do país, mas tem em outros, então está uma desinformação completa do que está sendo pesquisado”.

Outro situação que tem causado a revolta de pescadores é com a mudança da pesca, nos ministérios do governo Temer, “E tem mais, querem fazer da pesca uma peteca, querem jogar a gente de um lado e para o outro, querem destruir a pesca artesanal, levando a gente para o SIDC indústria e comércio. A pesca é produtiva, a pesca é agricultura. A pesca é igual a agricultura, tem que plantar para colher para comer. Nós temos que pescar para ter nosso salário, portanto isso é muito importante ser dito, isso é muito importante ser divulgado porque muitos não entendem o que é pesca e pesca não é brincadeira, pesca é uma coisa séria”.

“A gente faz parte da cadeia alimentar do país, peixe é proteína para o país. A gente que é pescador, analfabeto tem que se manifestar a ponto de ter que expressar coisas que tem que tá pedindo á pessoas para nos explicar totalmente como funciona, isso é muito doído. Pesco desde os 09 anos de idade e a única coisa que aprendi a fazer na minha vida é pescar e hoje a gente tem  que botar a cara numa manifestação pública a nível nacional”, finalizou.

Outras Notícias

La Torre Resort é premiado pelo Zarpo entre os parceiros de luxo no Brasil

O La Torre Resort de Porto Seguro-BA foi contemplado na 4ª edição dos Prêmios Zarpo que elegeram os parceiros de luxo...

Parceria entre Veracel e Prefeitura de Eunápolis possibilita curso especial de capacitação

30 jovens participantes de programas de Assistência Social, CRAS e CREAS de Eunápolis estão sendo qualificados Para q...

Carteira de Habilitação Eletrônica deve ser disponibilizada até fevereiro de 2018

A Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) deverá ser implantado pelos Detrans até o início de fevereiro d...

Festa da padroeira reúne multidão em Arraial d´Ajuda

Moradores de várias localidades do município de Porto Seguro, além de milhares de romeiros participaram este ano dos ...

Porto Seguro: UFSB abre inscrições para programa de mestrado e doutorado

A Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), com sede em Porto Seguro, abriu inscrições para um curso de pós-gradua...

Campanha de combate ao HPV e Meningite C encerra 31 de agosto

A campanha de vacinação contra HPV (papiloma vírus) e a meningite C em Porto Seguro acontece até o dia 31 de agosto e...